terça-feira, 29 de maio de 2018

Ladrões de livros (Anders Rydell)









































SinopseQuando decidiu seguir o rastro dos saqueadores de livros do período nazista, o jornalista sueco Anders Rydell lançou--se numa jornada de milhares de quilômetros pela Europa. Seu intuito era compreender os fatos que levaram a essa ação tão cruel e descobrir o que ainda existe de tudo o que se perdeu durante a Segunda Guerra. “Milhões de livros esquecidos de milhões de vidas perdidas”, foi o que constatou o autor após percorrer as mais remotas bibliotecas do continente. Mas o que de fato desejavam os soldados de Hitler com a pilhagem de livros pertencentes a judeus, comunistas, políticos liberais, maçons, católicos e tantos outros grupos de oposição? Como esse crime literário sem precedentes na história contribuiu para o aniquilamento cultural dos povos perseguidos pelo nazismo? Ladrões de livros – A história real de como os nazistas roubaram milhões de livros durante a Segunda Guerra relata em detalhes os saques efetuados em bibliotecas, livrarias e acervos pessoais no período nazista e mostra, ainda, como um pequeno time de bibliotecários trabalha heroicamente para tentar devolver esses exemplares às vítimas do Holocausto e suas famílias. Uma narrativa emocionante que revela o que um único livro pode representar para quem perdeu tudo no conflito mais sangrento da história.


















Assista ao vídeo:

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Cecília Meireles: Crônicas de viagem (Org: Leodegário A. de Azevedo Filho)






ilustração: Felipe Lima







Sinopse: Ao longo de sua vida, Cecília Meireles percorreu inúmeros países, deslumbrando-se com lugares, pessoas e coisas, revelando sua cultura, inteligência e sensibilidade. Cecília Meireles - Crônicas de viagem traz o registro das observações da autora por meio de crônicas, com textos descritivos ou líricos, ternos ou irônicos, mas sempre lúcidos. Organizados por Leodegário A. de Azevedo Filho, crítico literário e ensaísta já falecido e um dos maiores conhecedores da obra em prosa de Cecília, os 3 volumes que integram esta caixa trazem crônicas da autora publicadas em diversos jornais nas quais ela tece suas impressões e reflexões por ocasião de suas passagens por países como Argentina, Uruguai, França, Itália, Portugal, Holanda, Índia e Israel, além de algumas regiões do Brasil. Em entrevista a Eneida de Moraes publicada do Diário de Notícias de 13 de março de 1952, Cecília Meireles enfatiza o seu gosto por viagens. Sim, gostava "imensamente" de viajar pelo mundo: "...as paisagens, o contato humano, as reações novas que as viagens proporcionam, me encantam."

























Assista ao vídeo:

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...